Textos para a Categoria ‘Mensagens’

Agradecimento

Por Declev Dib-Ferreira em 03/09/2011

AGRADECIMENTO

Declev Reynier

Poucas pessoas têm a oportunidade
De estarem aqui, como eu
Observando o firmamento, as estrelas
E uma chuva de meteoros
Às quatro e meia da madrugada
De um dia de semana.

Muito obrigado meu Deus
Por estas estrelas,
Por este espetáculo de meteoros;
Por esta vida.

Porque sentimos tanto medo?
Porque as pessoas não podem ser boas?
Porque não são felizes?

Haverá o dia em que as pessoas mudarão,
Mudando de figura esta terra que habitamos.
As pessoas serão boas
Haverá fraternidade, bondade, compaixão,
Beleza, natureza, igualdade.

Não haverá a quem fazer caridade
Pois todos serão iguais.

Não haverá medo.

Até esse medo da morte vai acabar.
Pois esta será bem compreendida
Haverá a compreensão desta passagem
De uma dimensão à outra
E vice-versa.

A comunicação com os “mortos”
Será fácil
Será corriqueira.

A morte não será mais, para as pessoas,
Um aniquilamento da vida
– Desta mesma vida que nós nos fazemos sofrer,
Mas que temos medo que acabe –

As famílias serão unidas
E felizes.
Os amigos não trairão.
O dinheiro não exercerá
O deslumbramento que exerce.

Haverá o dia
Em que tudo isso acontecerá
Aqui na terra.

E eu estarei aqui para ver.

Textos Relacionados à "Agradecimento"

Não há textos relacionados



Compartilhe:  Uêba  |   del.icio.us  |   Rec6  |   Linkk

Anti-Receita

Por Declev Dib-Ferreira em 27/08/2011

ANTI-RECEITA

Declev Reynier

Pega-se um pouquinho de ferro derretido
Coloca-se em algumas forminhas,
Faz-se as peças.
Leia o texto completo »

Textos Relacionados à "Anti-Receita"

Receita de bomba



Compartilhe:  Uêba  |   del.icio.us  |   Rec6  |   Linkk

Todos

Por Declev Dib-Ferreira em 26/08/2011

TODOS

 Declev Reynier

Índio
Negro
Branco
Mulato
Mameluco
Leia o texto completo »

Textos Relacionados à "Todos"

Somos todosPor ser de cáPequena fábula da criação do carnaval



Compartilhe:  Uêba  |   del.icio.us  |   Rec6  |   Linkk

Rabo

Por Declev Dib-Ferreira em 24/08/2011

RABO

Declev Reynier 

Você diz a toda hora:

Nossa, mas que rabo enorme!
Cara, que verruga cabeluda!
Putz, que cabelo duro!
Êpa, como é grande o seu nariz!

Se eu fosse você
Compraria um espelhinho

Talvez assim se preocupasse apenas
Com seu rabo, sua bunda
Seu cabelo e seu focinho!!!

Textos Relacionados à "Rabo"

A conversa alegreO menino de ruaViagem astral na Terra



Compartilhe:  Uêba  |   del.icio.us  |   Rec6  |   Linkk

Mutação

Por Declev Dib-Ferreira em 22/08/2011

MUTAÇÃO

Declev Reynier 

Quem me dera ocorresse uma catástrofe benéfica
Uma guerra que produzisse efeitos mutantes no ser humano
E nossa raça se visse, palas próprias mãos
Impedida de se reproduzir com seus semelhantes

Quem me dera o ser humano tivesse
Que optar em reproduzir com animais
Apenas pela necessidade
De perpetuar sua existência

Alguns escolheria o cachorro, e seus filhos,
Fossem fisicamente como fossem
Herdariam a lealdade e a sinceridade dos cães

Outros, nadando pelas águas, cruzariam com golfinhos
E seus filhos teriam um sincero sorriso no rosto
Herdando a bondade e benevolência que nos faltam

Os filhos de quem escolhesse os cavalos seriam felizes
Pois gostariam do trabalho
Seriam mais amigos uns dos outros
Amando a natureza e a liberdade

E alegres seriam nossos filhos com macacos
Com sua espontaneidade e esperteza
Sabendo saborear o que nos dá a natureza

E, mesmo dentucinhos,
Alegres seriam também os cruzamentos com esquilos
Sabendo dar valor ao alimento
Guardando apenas o que é de seu sustento

Os filhos de humanos com cobras
Seriam bem menos maliciosos e traiçoeiros
Visto que elas só usam seu veneno e astúcia
Para caçar seu alimento

Ah, me alegro só de pensar em nossos filhos com as araras
Que cores lindas teríamos

E mais: também herdaríamos sua fidelidade,
Sua vida conjugal à dois,
O amor das araras.
O amor.

Herdaríamos o amor dos bichos.

Textos Relacionados à "Mutação"

Não há textos relacionados



Compartilhe:  Uêba  |   del.icio.us  |   Rec6  |   Linkk

As máquinas e o ser humano

Por Declev Dib-Ferreira em 19/08/2011

AS MÁQUINAS E O HOMEM

Declev Reynier

Antigamente o ser humano fazia tudo.

Ele produzia sua comida, suas roupas, seus abrigos. Até há pouco tempo era assim. Tínhamos que fazer todas as contas, arrumar centenas de gavetas e papeladas, fazer quase tudo manualmente.

Agora as coisas estão mudadas. As máquinas já fazem quase de tudo.
Leia o texto completo »

Textos Relacionados à "As máquinas e o ser humano"

MutaçãoAno NovoOs perigos que passo



Compartilhe:  Uêba  |   del.icio.us  |   Rec6  |   Linkk

Espelho

Por Declev Dib-Ferreira em 14/08/2011

ESPELHO

Declev Reynier

Ele grudou o nariz e a testa no vidro
Olhou fixadamente cada peça exposta
Seus olhos brilharam com o brilho que vinha lá de dentro
Leia o texto completo »

Textos Relacionados à "Espelho"

O vingador imaginário 1Do outro lado; crônica de um rapaz todo esquerdo…Encarnação repentina



Compartilhe:  Uêba  |   del.icio.us  |   Rec6  |   Linkk

Bode Pode

Por Declev Dib-Ferreira em 13/08/2011

BODE PODE

Declev Reynier

Vai meu filho, vai
Vai comer as garotinhas
Vai mostrar que você é homem
Leia o texto completo »

Textos Relacionados à "Bode Pode"

Receita de bombaSou assimDiálogo



Compartilhe:  Uêba  |   del.icio.us  |   Rec6  |   Linkk

A conversa alegre

Por Declev Dib-Ferreira em 09/07/2010

A CONVERSA ALEGRE

Declev Reynier

Vinham conversando alegremente pela calçada. Assuntos vários, dentre eles, futebol.

O riso tornou-se seriedade no rosto de um deles, ao avistar grupo de crianças maltrapilhas, à frente, que cheiravam cola, deitados na calçada.


Leia o texto completo »

Textos Relacionados à "A conversa alegre"

Uma conversa com dois finais e dois finaispaixão.comComo conquistar uma mulher



Compartilhe:  Uêba  |   del.icio.us  |   Rec6  |   Linkk

Felizes são os atores…

Por Declev Dib-Ferreira em 27/03/2008

FELIZES SÃO OS ATORES…

Declev Reynier

Felizes são os atores

Que podem tirar de si

De dentro

Do fundo

Tudo o que lhes oprime

Podem ser o mundo

Chorar as dores de seu peito

E dizer que é de outro

Cuspir sua raiva

E dizer que é de outro

Podem ser tantos, tantos e tantos

Sem serem tachados

De loucos

Podem ser loucos

E nunca o serão.

Textos Relacionados à "Felizes são os atores…"

AgradecimentoPresenteDias de carnaval



Compartilhe:  Uêba  |   del.icio.us  |   Rec6  |   Linkk

O que encontrar por aqui?

Estou unindo a minha cara de pau com o serviço inestimável de um blog cultural. Vejam só que idéia magnífica! Dói escrever e ninguém ler. Saiba mais

Quer assinar?

 Assine em um leitor Ou, receba por email:
Digite seu email: