Agradecimento

Por Declev Dib-Ferreira em 03/09/2011

AGRADECIMENTO

Declev Reynier

Poucas pessoas têm a oportunidade
De estarem aqui, como eu
Observando o firmamento, as estrelas
E uma chuva de meteoros
Às quatro e meia da madrugada
De um dia de semana.

Muito obrigado meu Deus
Por estas estrelas,
Por este espetáculo de meteoros;
Por esta vida.

Porque sentimos tanto medo?
Porque as pessoas não podem ser boas?
Porque não são felizes?

Haverá o dia em que as pessoas mudarão,
Mudando de figura esta terra que habitamos.
As pessoas serão boas
Haverá fraternidade, bondade, compaixão,
Beleza, natureza, igualdade.

Não haverá a quem fazer caridade
Pois todos serão iguais.

Não haverá medo.

Até esse medo da morte vai acabar.
Pois esta será bem compreendida
Haverá a compreensão desta passagem
De uma dimensão à outra
E vice-versa.

A comunicação com os “mortos”
Será fácil
Será corriqueira.

A morte não será mais, para as pessoas,
Um aniquilamento da vida
– Desta mesma vida que nós nos fazemos sofrer,
Mas que temos medo que acabe –

As famílias serão unidas
E felizes.
Os amigos não trairão.
O dinheiro não exercerá
O deslumbramento que exerce.

Haverá o dia
Em que tudo isso acontecerá
Aqui na terra.

E eu estarei aqui para ver.

Textos Relacionados à "Agradecimento"

Não há textos relacionados



Compartilhe:  Uêba  |   del.icio.us  |   Rec6  |   Linkk

Faça um Comentário

O que encontrar por aqui?

Estou unindo a minha cara de pau com o serviço inestimável de um blog cultural. Vejam só que idéia magnífica! Dói escrever e ninguém ler. Saiba mais

Quer assinar?

 Assine em um leitor Ou, receba por email:
Digite seu email: