Três trovas não novas – 3

Por Declev Dib-Ferreira em 15/03/2008

TRÊS TROVAS NÃO NOVAS – N.3

Declev Reynier

Mais três trovas. É gostoso fazê-las, e um bom exercício…

Experimente!

———-

Fiz da minha vida
Um palco de desilusão
Agora quero alegria,
Outra peça enceno então

———-

Vivo intensamente
Até a força acabar
Irei alegremente
Quando a cortina se fechar

———-

No palco da nossa cama
Você sempre se transforma
Num momento é uma dama,
No outro: “Nossa Senhora!”

Textos Relacionados à "Três trovas não novas – 3"

Três trovas não novas – 2Três trovas não novas 5Três trovas não novas – 4



Compartilhe:  Uêba  |   del.icio.us  |   Rec6  |   Linkk

  1. 2 Comentários to “Três trovas não novas – 3”

  2. Por Arthur Moura Campos em 17/03/2008 | Reply

    Muito boas as trovas. São sextetos com interpoladas, né? Fica muito musical, para mim é um bicho de sete cabeças. Dá uma olhada nos novos poemas lá do meu blog, espero que não entre na categoria: sobre lixo.

    Inté

  3. Por Declev Dib-Ferreira em 17/03/2008 | Reply

    Olá CRônico e Fulminante!

    Como sempre, seus escritos são ótimos, sem bajulações.

    Espero que tenha mais constância… não faça como eu, não suma!

Faça um Comentário

O que encontrar por aqui?

Estou unindo a minha cara de pau com o serviço inestimável de um blog cultural. Vejam só que idéia magnífica! Dói escrever e ninguém ler. Saiba mais

Quer assinar?

 Assine em um leitor Ou, receba por email:
Digite seu email: