Três trovas não novas – 2

Por Declev Dib-Ferreira em 15/03/2008

TRÊS TROVAS NÃO NOVAS – N.2

Declev Reynier

Mais três trovinhas pra quem gosta delas…

———-

O que a timidez me impede de fazer:
Beijar-te agora – Desesperado
Meu pensamento ao te ver
Não se faz de rogado

———-

Entro no palco da vida
Que mais me parece um drama
Encerro a peça sofrida
Contracenando com quem me ama

———-

Meu amor não é teatro
Minha vida não é peça,
Por aquele até me mato
Nesta, luto a beça!

Textos Relacionados à "Três trovas não novas – 2"

Três trovas não novas – 3Três trovas não novas 5Três trovas não novas – 4



Compartilhe:  Uêba  |   del.icio.us  |   Rec6  |   Linkk

  1. 3 Comentários to “Três trovas não novas – 2”

  2. Por Andrea em 15/03/2008 | Reply

    Muito obrigada pela visitinha e obrigada (mais ainda) por deixar o caminho do seu blog, tão poético! ;)

    bjos
    andrea

  3. Por Declev Dib-Ferreira em 16/03/2008 | Reply

    Obrigado Andrea, apareça sempre…

  4. Por Gerlane Melo em 01/07/2008 | Reply

    Obrigada pela atenção dada ao meu blog!

    Abraços!

Faça um Comentário

O que encontrar por aqui?

Estou unindo a minha cara de pau com o serviço inestimável de um blog cultural. Vejam só que idéia magnífica! Dói escrever e ninguém ler. Saiba mais

Quer assinar?

 Assine em um leitor Ou, receba por email:
Digite seu email: